O Natal em Portugal

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O Natal em Portugal

Mensagem  li em Dom Nov 30, 2008 12:08 pm



O Natal é uma das festividades mais importantes no nosso país. Em Portugal, as celebrações têm um grande pendor religioso, embora muitas tradições de origem pagã sejam ainda usuais.

A importação das celebrações típicas dos países anglo-saxónicos tem também contribuído para mudar muito a forma como o Natal é comemorado em Portugal. No entanto, o aspecto mais importante e que prevalece é o da festa da família, oportunidade para pôr as divergências de lado, voltar ao local de origem e comemorar com os pais, avós e outros familiares.

Um dos aspectos mais importante da véspera de Natal é a Consoada.

Na noite de 24 de Dezembro é servida uma ceia especial, depois da Missa do Galo, e que é preparada geralmente durante todo o dia.

Dela faz parte um prato de bacalhau, geralmente cozido com legumes, para simbolizar a abstinência que se deve preservar na véspera da celebração do Natal.

No entanto, são também bastante populares os doces acompanhados com vinho verde ou tinto, dependendo do que é mais tradicional.

Os pratos dependem grandemente das tradições locais, pois, por exemplo, no Minho é usual cozinhar também os Mexidos, espécie de açorda feita com pão e água e temperada com mel e Vinho do Porto.

De forte tradição são ainda as Rabanadas, os Sonhos, as Filhós, ou as Broas.

Outro ingrediente indispensável de qualquer celebração de Natal são os frutos secos, o que é natural, uma vez que se colhem no Outono.

A celebração religiosa do Natal começa à meia-noite do dia 24 de Dezembro com a Missa do Galo.

O objectivo é celebrar o nascimento de Jesus Cristo, que a Igreja Católica atribui a este dia.

Os fiéis deslocam-se à Igreja para a cerimónia, voltando em seguida para casa onde comem a ceia e abrem os presentes. A designação de Missa do Galo deve-se à lenda que afirma que um galo cantou a essa hora para anunciar o nascimento de Jesus Cristo, o Menino Jesus.

O dia de Natal também encerra algumas tradições especiais.

A família deve passar este dia reunida e partilhar uma refeição especial.

O almoço ou jantar de Natal, que varia consoante as regiões do país e consoante as preferências das famílias, é tradicionalmente Cabrito Assado.

No entanto, os costumes estrangeiros, nomeadamente ingleses e norte-americanos impuseram o Perú.

Os doces voltam a ter um papel de destaque nesta refeição.

Uma última tradição muito importante no período de Natal é o Bolo Rei.

Originalmente era um bolo especial que se destinava a celebrar o Dia de Reis, a 6 de Janeiro, data em que se supõe que os Reis Magos teriam chegado a Belém para oferecer presentes ao menino Jesus.

O significado específico do bolo já deixou de ser associado ao dia de Reis unicamente, sendo consumido durante toda a época natalícia.

Dentro do bolo pode ser encontrado um pequeno presente (o «brinde», que hoje em dia foi proibido por questões de higiene e segurança) e uma fava, indicando o primeiro a sorte de quem o encontrou e o segundo a obrigação da compra do próximo bolo.

As origens desta tradição estão associadas a jogos que eram feitos para celebrar o dia de Reis e que variavam de lugar para lugar.

Dessa tradição ficou apenas o bolo e nenhum (ou praticamente nenhum) dos rituais.

Lêr este pequeno texto, fez-me pensar em como é um facto que as tradições já não são o que eram...

Na minha casa, o Natal ainda é celebrado com a familia reunida à mesa, não temos o hábito de ir à Missa do Galo, mas o jantar da consoada, com o tradicional bacalhau cozido, com batatas e couve, prolonga-se até tarde, regado com um bom vinho e terminando nas doces sobremesas. Não falta à nossa mesa as tradicionais empanadilhas (ou filhozes) recheadas com batata doce, receita da minha mãe e que por mais que coma não encontro iguais, o tronco de Natal, o bolo rei, o morgado (bolo tradicional do meu querido Algarve, confeccionado apenas com ovos, amêndoa e gila), os frutos secos, os licores, etc.

Há meia-noite sempre tivemos o hábito de abrir os presentes que se encontram espalhados em baixo da árvore de Natal e que sempre fazem as delicias de pequenos e grandes (melhor ainda quando o meu filhote era pequenino e esperava ansiosamente por este momento!).

O dia de Natal volta sempre a ser passado em familia.

flower
avatar
li
Admin
Admin

Número de Mensagens : 388
Idade : 45
Localização : Faro
Reputação : 0
Data de inscrição : 27/10/2008

Ver perfil do usuário http://liforum.forumfacil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Natal em Portugal

Mensagem  vivie em Seg Dez 01, 2008 4:55 am

na minha casa é sempre o Natal tradicional...
avatar
vivie
Atenta(o)
Atenta(o)

Número de Mensagens : 294
Reputação : 0
Data de inscrição : 16/11/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum